Não foque apenas nos custos do projeto.

Cada ação deve ser analisada a partir do que ela pode representar para a corporação.

O princípio fundamental da gestão do portfólio de projetos é que primeiro deve-se eleger os objetivos para depois selecionar as ferramentas e os investimentos necessários para alcançá-los. No caso de atividades que envolvam algum tipo de mudança na organização, a tarefa de definir os resultados pretendidos nem sempre representa uma atividade fácil para a área de TI, já que depende de questões que vão além das metas palpáveis.


Para Chris Potts, especialista em estratégias de TI e autor do livro "fruITion - Creating the Ultimate Corporate Strategy for Information Technology" (ainda sem tradução para o português), existem três caminhos que podem ajudar o CIO a gerenciar melhor os investimentos em iniciativas que impactem em mudanças:


1. Cenário – o gestor de TI precisa analisar como os objetivos de negócio da corporação têm se transformado. Por exemplo, se antes da crise a empresa estava focada em reduzir custos e agora está orientada a retomar o crescimento, deve priorizar os projetos nesse sentido.


2. Visão do todo – os projetos precisam ser avaliados sob o ponto de vista da contribuição que eles trarão para o portfólio de TI, não apenas por seus méritos individuais. Isso significa que muitas vezes o CIO precisará abrir mão de iniciativas que tenham um excelente ROI (retorno sobre investimento), mas que não se encaixam com o resto das iniciativas.


3. Além do custo – cada ação deve ser analisada a partir do que ela pode representar para a corporação, mas sem levar em conta apenas os custos. Em outras palavras, o CIO vai muitas vezes ser obrigado a investir em projetos que apresentam baixo ou nenhum retorno, mas que são fundamentais para o futuro da organização.


Ainda de acordo com Potts, é comum que as empresas tratem os custos de um projeto como o principal fator para tomar decisões de investimento. “Mas essa abordagem pode esconder outros fatores, possivelmente mais significativos, para garantir o sucesso das iniciativas”, afirma. Segundo o especialista, cabe ao gestor de TI comprovar como as iniciativas podem tornar a empresa mais produtiva e contribuir para resultados em longo prazo.


*Artigo do portal CIO/EUA.

*Crédito da imagem: MML Systems.

#custos #projetos #metodologias #gestão #estratégias

Posts em destaque
Posts recentes
Pesquisa por tags
Nenhum tag.
Compartilhe
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • LinkedIn App Icon

+ 55 41 3512-5825

  • c-facebook
  • c-twitter
  • c-linkedin