Cinco passos para usar a nuvem como vantagem competitiva.

Executivos de TI podem não se lembrar, mas foram os CFOs os principais incentivadores da adoção da nuvem. A história remete ao ano de 2009, pós crise econômica, quando a diretoria executiva pressionou CIOs a substituir custos fixos de TI por estruturas pagas de acordo com o volume de uso. Conforme a economia foi se recuperando, companhias de todo o mundo entenderam que a nuvem ia muito além da estrutura de despesas – consolidando-se como um terreno fértil para inovação em processos de negócio.


Mike Pearl e Alison Millar, ambos analistas, compartilham alguns exemplos de companhias que conseguiram inovar com a nuvem em artigo publicado nesta segunda-feira (14/10) no CIO Journal, do The Wall Street Journal. Desde a acelerada integração de uma plataforma recém-adquirida a um portfolio, até a estabelecer uma rede social corporativa para impulsionar a colaboração e coordenação entre diferentes áreas de uma mesma empresa.


As companhias que conseguiram inovar com a cloud têm uma coisa em comum: em vez de investir em desenvolvimento e infraestrutura, elas usam capacidades da nuvem para passar mais tempo focadas na necessidade do consumidor e na inovação de produto. “Como qualquer outra nova tecnologia, a nuvem pode ser desafiadora”, alertam os especialistas. Por isso, saber por onde começar é essencial.


Por isso, cinco passos devem ser considerados ao adotar a computação em nuvem:


1. Business first. Muitas vezes a nuvem se torna uma solução em busca de um problema. Aqueles que desenvolvem suas estratégias de cloud como parte integral de uma estratégia maior de negócio veem retornos mais altos. Por isso, tenha em mente que é o negócio que deve ter objetivos, oportunidades e desafios que o seu planejamento de nuvem deve atender. CIOs devem moldar o plano da nuvem como um facilitador das metas de negócio.


2. Venda! Implantações de nuvem podem correr soltas em toda a empresa, especialmente se sua companhia não está pronta para fornecer serviços em nuvem. Esses movimentos descontrolados podem expor as corporações ao risco e deter o potencial completo dos investimentos em cloud. A TI, então, deve conversar comas unidades de negócio sobre o motivo por trás da adoção da nuvem, guia-los em suas implementações e tornar a nuvem ainda mais fácil de ser montada.


3. Selecione suas soluções. As decisões de compra que uma vez foram determinadas por funcionalidades pré-instaladas agora são baseadas antes de mais nada na flexibilidade de suportar mudanças nas necessidades de negócio. Deixe de lado suas checklists de fornecedor e considere demonstrações de produtos desenhadas para avaliar as opções disponíveis. Fatores adicionais para escolha incluem a experiência do usuário, previsibilidade de custos e transparência do uso das informações do usuário. Além disso, fornecedores vez ou outra lançam mão das visões de analistas sobre como o cenário evolui. Tenha diligência para compreender a força financeira do fornecedor e sua capacidade de acompanhar o ritmo de crescimento do mercado e de sua companhia.


4. Coloque cercas onde forem necessárias. A nuvem promete acessar os últimos recursos sem nenhum upgrade complexo ou doloroso. Estabeleça responsabilidades compartilhadas entre a TI e o negócio como um todo para decisões. Distingua entre decisões locais e corporativas. Por fim, defina a arquitetura e times ágeis.


5. Adapte-se. As mudanças são constantes e essa é uma das principais diferenças com a qual a TI precisa lidar e prover recursos adequados. A mudança de gestão requer uma nova dimensão. Desenvolva uma forte rede de comunicações e se prepare para mudanças pendentes. Com todas essas transformações, tenha métricas chave antes e depois da implementação para poder gerir os benefícios da adoção da nuvem.


O sucesso na computação em nuvem requer em medidas iguais coragem, disciplina, colaboração de executivos C-level e uma forte abordagem de gestão de risco. Os especialistas garantem que a vantagem competitiva aguarda aqueles que não têm medo.


*Artigo do portal InformationWeek Brasil.

*Crédito da imagem: MML Systems.

#cloud #estratégias #metodologias

Posts em destaque
Posts recentes