5 lições que CIOs e CMOs têm a compartilhar.

À primeira vista, os papéis de CIO e CMO não poderiam ser mais diferentes. Mas agora, mais do que nunca, os CIOs das organizações e os diretores de marketing devem confiar uns nos outros para fazer seus trabalhos de forma mais eficaz. Aqui estão cinco lições que os CIOs podem ensinar CMOs.

1. Nenhuma tecnologia é uma ilha.

Estamos na era da BYOX – traga seus próprios dispositivos, traga suas próprias nuvens, traga seu próprio WLANs, traga seus próprios aplicativos… você escolhe. Essa liberdade quanto aos rigores do departamento de TI muitas vezes significa que a tecnologia é distribuída de forma mais rápida, mas o que muitas pessoas de fora do departamento de TI esquecem é que a tecnologia é (ou deveria ser) um ecossistema.

Os CIOs podem ensinar os CMOs a considerar como qualquer nova tecnologia poderia se interligar – se complementar – e trocar dados com outros sistemas existentes na empresa.


2 . O que é medido importa, o que importa é medido

CIOs desempenham um papel fundamental ao ajudar CMOs a descobrirem que as métricas de tecnologia influenciam nos processos de negócios, além de poder ensiná-los sobre como gerar relatórios significativos e acionáveis dos sistemas que estão usando.


3. Uma política eficaz pode ser algo crítico

Uma lição importante que os CIOs podem ensinar aos CMOs, e ao resto do negócio, é que o desenvolvimento do uso aceitável e eficaz de uma política de segurança é fundamental para o bem-estar da empresa em muitos níveis. Por exemplo, é importante determinar diretrizes em algumas áreas, como a frequência com a qual as senhas devem alteradas, pois um sistema comprometido pode causar todos os tipos de estragos. Também é importante construir diretrizes em torno do que se deve ou não ser dito nas redes sociais, já que a reputação comprometida de uma empresa podem ser irreparável​​.


4 . Retorno a longo prazo pode superar os ganhos de curto prazo

Uma das coisas mais fascinantes atualmente sobre Cloud e aplicativos móveis é o imediatismo. Eles satisfazem nosso desejo de gratificação instantânea, mas em alguns casos, isso é tudo que eles oferecem. (Pense em todos os aplicativos em seu telefone que pareciam realmente úteis quando você baixou, mas servem a um propósito tão estreito que agora estão apenas ocupando espaço em sua tela inicial). Os CIOs podem ensinar aos CMOs quando faz sentido implementar um aplicativo ou serviço que pode levar mais tempo ou demandar mais custos, mas que trará mais retorno ao longo do tempo.


5. A flexibilidade deve ser equilibrada com segurança

Nenhum CIO quer ser visto como o cara que ata as mãos do negócio, mas, ao mesmo tempo, ninguém realmente quer um CIO do tipo “vale tudo” quando se trata de tecnologia. Os CIOs devem transmitir sua disposição em permitir novas tecnologias estratégicas o mais rápido possível, mas eles devem articular as razões pelas quais o tempo de implantação às vezes está sujeito a preocupações de segurança.


*Artigo de Debra Donston-Miller para o portal InformationWeek Brasil.

*Crédito da imagem: Wix.

#cio #alinhamento #estratégias #negócios

Posts em destaque
Posts recentes