CIOs brasileiros ainda estão muito focados em cortar custos.

“Os CIOs no Brasil estão, ainda, muito focados em cortar custos. É preciso começar a direcionar estratégias e esforços de TI a inovações que gerem receita”, constata Gene Phifer, vice-presidente do Gartner, aconselhando às empresas começarem a observar iniciativas que envolvam aplicação de novos conceitos tecnológicos.


Na visão do especialista, há uma gama de projetos em potencial envolvendo big data, cloud, mobilidade e social business. E isso alinha-se a demandas nacionais e preenche os anseios por novidade exposto pelo executivo.


A consultoria considera que há um pico de oportunidades, e os holofotes não iluminarão o País por muito mais tempo. Ian Finley, vice-presidente do instituto, deixa no ar um alerta para quem quiser aproveitar o momento da economia nacional. “É preciso ser rápido”, adverte, ainda entusiasmado com os megaeventos que o País sediará nos próximos anos.


Finley adiciona que inovação é um processo contínuo às rotinas das companhias e sempre haverá algo a ser feito. Isso abre janelas para provedores de TI. “Há um espaço grande para fornecedores atenderem pontos necessários que as organizações não conseguem desenvolver internamente”, acrescenta.


*Artigo de Felipe Dreher para o portal CRN Brasil

#cio #custos

Posts em destaque
Posts recentes
Pesquisa por tags
Nenhum tag.
Compartilhe
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • LinkedIn App Icon