Afinal, qual é o negócio da Tecnologia?

Muito ainda se fala que as áreas de Tecnologia da Informação (TI) deveriam se alinhar às áreas de negócios nas empresas. A maioria ainda não conseguiu definir se deve ensinar tecnologia aos funcionários da área de negócios, ou se deve ensinar como os negócios funcionam ao pessoal da área de tecnologia. Os melhores resultados não estão em nenhuma destas propostas. Para que as empresas tenham um bom alinhamento da área de TI e as áreas de negócios, basta que estas provoquem um clima de cooperação entre os dois ambientes, que entendam que são partes fundamentais de um mesmo propósito. O resultado da empresa depende da maturidade desta integração.


Para que a integração seja eficaz, a área de TI deve auxiliar as áreas de negócios a desenhar seus processos, criar e monitorar indicadores de produção e de desempenho, disponibilizar sistemas e informações confiáveis e seguras para que, assim, se possa obter maior racionalização dos recursos, propor melhores canais de comercialização, desenvolver novos negócios e satisfazer as vontades dos clientes.


Depois que estas áreas estiverem “alinhadas”, a empresa terá maturidade para que a tecnologia se alinhe à estratégia da empresa, na busca de solução para todos os desafios tecnológicos que existem na sua gestão, quer na redução de custos, no aumento de vendas e receitas, e na busca da satisfação de clientes e funcionários. No uso de ferramentas como Gestão Matricial de Despesas, CRM (gestão de clientes), ERP (gestão da cadeia de valor), definição do modelo de Governança, Risco e Conformidade (GRC), Plano de Continuidade de negócios, Gestão de Riscos, etc.


E é bom alertar que a área de TI não pode deixar de lado o que é de sua responsabilidade direta, como a gestão de hardware e software, a definição das políticas de segurança da informação, a eficiência operacional e financeira, a gestão de ativos com base no Plano Diretor de informática, a disponibilização de informações confiáveis, o suporte ao Modelo de Gestão, a simplificação de sistemas para usuários e clientes, a redução de seus custos com o uso de virtualização, outsourcing e cloud computing, uso de assinatura e identidade digital, e, a melhoria constante de processos.


Em um mundo globalizado, onde a transparência e o fácil acesso à informação são cada vez mais valorizados, isto é o que as áreas de TI deveriam fazer. Uma empresa com estrutura forte, deve estar baseada em um ambiente tecnológico eficaz, que permita o crescimento sustentável e o monitoramento das informações em tempo real. E mais, através de simulações de cenário, conhecer os possíveis resultados da empresa quando as principais variáveis de mercado, econômicas e internas forem estressadas, vislumbrando previamente, possíveis correções. Resumidamente, este é o negócioda tecnologia!


*Artigo de Rubens S. Bordini para o portal CIO.

#tecnologia #negócios #alinhamento #estratégias

Posts em destaque
Posts recentes
Pesquisa por tags
Nenhum tag.
Compartilhe
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • LinkedIn App Icon

+ 55 41 3512-5825

  • c-facebook
  • c-twitter
  • c-linkedin